Minha foto
É um manual prático sobre a energia dos cristais e pedras. Criado por Clênia Cartaxo em Janeiro de 2012. Uma sequência de páginas com lindas imagens!

Obsidiana

Esta é a pedra do chamado "pão-pão, queijo-queijo", ou "os pingos nos iis". Ela põe tudo no seu devido lugar, fazendo justiça. A Obsidiana não tem perdão, é contundente: quando ela mostra a verdadeira face de uma situação (as verdadeiras faces = vai apontar todos os lados)  o faz de uma maneira radical e geralmente sem volta. Mas também , tão bem-feita, que nem sequer sentimos a sensação de perdas, apenas entendemos que aquilo nõ nos serve, se for o caso de largar a situação ou pessoa.
Lembre-se de que quando você está usando a Obsidiana para saber o que ocorre com pessoas ou situações que lhe dizem respeito, a sua própria posição também será colocada as claras.
A Obsidiana é uma pedra muito pesada e deve ser usada com cuidado. Na verdade, sua origem é a lava vulcânica, da qual é formada e é a única pedra que não contém água em sua estrutura. Não deve ser usada junto ao corpo, porque  tende a "sugar" nossas emoções (simbolizada pela água), podendo nos fazer sentir pesados, depois de um certo tempo. O melhor é utiliza-la deixando no ambiente e quando terminar o que tiver para fazer, desintencione-a e deixe-a em qualquer cantinho, sem sufocá-la. Use para uma tarefa de cada vez.
A Obsidiana pode e deve ser usada em todas as questões judiciárias. Quando você tem certeza que está com a razão. É a pedra da justiça e da revelação.

Um comentário:

  1. Como devo limpar uma obsidiana dourada? Posso colocá-la no rio, no sol, na água com sal marinho, ou enterrá-la?
    Mantenho a minha numa drusa de ametista na varanda. Está correto?

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget

O Som das Pedras....♪ ♪ ♪